Zé Ricardo, ex-Vasco, é nome forte para treinar o Santos (Foto: Carlos Gregório Jr./Vasco)
Zé Ricardo, ex-Vasco, é nome forte para treinar o Santos (Foto: Carlos Gregório Jr./Vasco)

Zé Ricardo plano A, Abel Braga descartado e medalhões distantes: Santos corre para anunciar novo técnico

A corrida em busca de um novo treinador segue a todo vapor no Santos. Depois de demitir Jair Ventura no início da tarde da última segunda-feira (23), a diretoria quer um novo técnico com as seguintes características: barato, com DNA ofensivo e que tenha pouca rejeição da exigente torcida santista.

Por conta disso, Zé Ricardo é um dos nomes que agradam. Apesar de ser considerado um treinador da nova geração, ele conta com essas características. Seu último trabalho foi no Vasco este ano. As primeiras conversas já foram feitas e o executivo de Futebol, Ricardo Gomes, é o responsável pelas negociações.

“A partir do momento de entrar numa fase difícil da competição, trazer técnico de fora tem que ter convivido no Brasil. Conversamos com vários de fora, mas tem adaptação, mudar equipe de vez… Pode trazer desequilíbrio. Buscamos técnico que conheça o futebol brasileiro e venha com mais facilidade. Quem vê isso é o Ricardo Gomes, ele é nosso diretor e é o mais indicado. Respeitado. Vamos ter reunião para saber com que nomes chegou e com quem está conversando”, disse Peres em entrevista coletiva.

Abel Braga, inicialmente, seria o plano A do Alvinegro, mas ele não quer assumir um novo desafio em 2018. Desde a perda do filho João Pedro, em 2017, o treinador passou a querer tirar um ano “sabático”. Ele trabalhou pela última vez no Fluminense, onde tinha uma boa imagem com a torcida.

Já os técnicos considerados “medalhões” não devem ser contratados, mesmo que ainda não estejam descartados. Vanderlei Luxemburgo e Dorival Júnior, ambos com forte relação com o Santos, não agradam. Na visão da direção, Dorival seria “chover no molhado”, uma vez que saiu do Santos há pouco tempo. Nomes como Cuca, Felipão, Dunga e técnicos do exterior estão descartados.

Comentários

comentário