Vanderlei falhou em um dos gols do Luverdense (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Vanderlei fez uma ótimo defesa no último lance do jogo contra o Avaí (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Vanderlei comenta sobre falhas, nega mágoa com Tite por Seleção, mas diz: “Nem me observou”

Vanderlei parece ter perdido o foco no Santos. O camisa 1 alvinegro não tem feito bons jogos nos últimos tempos e começa, pela primeira vez desde a sua chegada ao Peixe, a ter a desconfiança do torcedor. Na derrota para o Luverdense por 2 a 1 nesta quinta-feira (17), em Lucas do Rio Verde, no estado de Mato Grosso, por exemplo, o arqueiro falhou em pelo menos um dos dois gols do adversário.

No primeiro tempo, após cruzamento de Itaqui, Paulo Renê, um pouco sem jeito, desviou de cabeça para o meio do gol, mas Vanderlei não conseguiu espalmar e viu a bola parar no fundo das redes. Na segunda etapa, Itaqui bateu falta direto pelo lado esquerdo no ângulo e o camisa 1 sequer se mexeu.

“Estava meio escuro, aí você não enxerga direito a bola. É claro que a derrota poderia ter sido evitada. Poderíamos ter aproveitado as chances lá na frente. Mas temos de enaltecer a classificação, que era nosso objetivo. Pudemos descansar alguns jogadores pensando no clássico. Acho que não tem pressão, poupamos o time quase inteiro. O adversário não era bobo e conseguimos a vaga, isso que importa. Vamos procurar chegar bem em todas as competições”, disse o jogador em entrevista à Fox Sports.

Vanderlei também falou sobre não ter sido convocado pelo técnico Tite para a disputa da Copa do Mundo e negou qualquer tipo de descontentamento. Ele chegou a ser observado pelo preparador de goleiros Taffarel no ano passado, mas foi preterido por Alisson, Ederson e Cássio na lista final.

“Não tem que mexer (com a cabeça). Sabiam que eu dificilmente seria convocado porque ele nem observou. Criei expectativa, claro, mas seria difícil e ele fala de coerência. Convocou os que tiveram mais convocações. Vamos torcer para eles e continuar trabalhando. Não é mágoa, mas eu esperava. Estou em um grande Clube e vou procurar fazer meu melhor trabalho no Santos”, concluiu.

Com o placar agregado em 6 a 3, o Santos se classificou com tranquilidade para as quartas de final – o próximo adversário será definido em sorteio. Vale destacar que a próxima fase da competição nacional só será disputada após o fim da Copa do Mundo, que terá início em junho.

Agora, o elenco comandado por Jair Ventura muda a chavinha para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo (20), no Morumbi, às 16h, o Santos encara o clássico contra o São Paulo, pela sexta rodada do torneio. O time santista é apenas o décimo terceiro colocado, com seis pontos, mas com um jogo a menos.

Comentários

comentário