Jair Ventura empatou mais uma à frente do Santos (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Time reserva do Santos joga mal, perde para o Luverdense, mas garante vaga na Copa do Brasil

O Santos está garantido nas quartas de final da Copa do Brasil! Depois de uma goleada por 5 a 1 na ida, na Vila Belmiro, o Peixe poupou quase todos os titulares e acabou perdendo o duelo da volta para o Luverdense por 2 a 1 nesta quinta-feira (17), no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde.

No primeiro tempo, as duas equipes até fizeram uma partida equilibrada. O Alvinegro marcou com gol contra de Paulinho, mas sofreu o empate com Paulo Renê. Na etapa final, o time da casa pressionou o adversário, virou com Itaqui, mas não teve maior repertório técnico para buscar o resultado necessário.

Com o placar agregado em 6 a 3, o Santos se classificou com tranquilidade para as quartas de final – o próximo adversário será definido em sorteio. Vale destacar que a próxima fase da competição nacional só será disputada após o fim da Copa do Mundo, que terá início em junho.

Agora, o elenco comandado por Jair Ventura muda a chavinha para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo (20), no Morumbi, às 16h, o Santos encara o clássico contra o São Paulo, pela sexta rodada do torneio. O time santista é apenas o décimo terceiro colocado, com seis pontos, mas com um jogo a menos.

A partida

A primeira etapa em Passo das Emas foi agitado. Desesperado por conta do resultado adverso, o Luverdense cedia muito espaço para o Santos atacar. Logo aos 15 minutos, Daniel Guedes cruzou da esquerda e Paulinho mandou contra o próprio gol para abrir o placar para o Peixe.

Depois disso, o time da casa tomou as rédeas da partida e se lançou ao ataque. Aos 20 minutos, em bola alçada na área santista, a zaga afastou. Na sobra, Paulo Renê finalizou e Vanderlei fez boa defesa. Aos 31, Paulinho cruzou e Paulo Renê finalizou. Vanderlei ainda resvalou, mas a bola encontrou o fundo do gol.

A partir daí, o Alvinegro se fechou ao mesmo tempo em que o Luverdense pressionava. Apesar do menor repertório técnico, o time da casa não se assustou com os reservas do Santos. Aos 42 minutos, por exemplo, Itaqui cobrou escanteio direto e, por muito pouco, não marcou um gol olímpico.

Após o intervalo, o Luverdense não se entregou. No primeiro minuto, Itaqui cobrou falta na lateral esquerda direto para o gol e surpreendeu Vanderlei. A bola foi no ângulo. Nitidamente sofrendo com a falta de entrosamento, o Peixe não conseguia se impor e continuou no campo de defesa.

Aos cinco minutos, Lucas Braga chutou da entrada da área e Vanderlei fez bela defesa. Na sequência, em nova chegada do Luverdense, Paulo Renê aproveitou falha defensiva do Santos, mas finalizou para fora. A partir daí, as duas equipes até tentaram marcar novamente, mas não foram efetivas.

FICHA TÉCNICA
Luverdense 2 x 1 Santos

Local: Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde
Data: 17 de maio de 2018
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Cartões amarelos: Luverdense: Paulo Renê. Santos: Copete e Daniel Guedes.

GOLS:
Luverdense: Paulo Renê, aos 31 do 1T, e Itaqui, no primeiro minuto do 2T
Santos: Paulinho (contra), aos 15 do 1T.

LUVERDENSE: Diogo Silva; Itaqui, Kaique, André Ribeiro e Paulinho; Diogo Sodré (Élton), Moisés (Rubinho) e Lorran; Lucas Braga, Rafael Silva e Paulo Renê (Ariel)
Técnico: Luizinho Vieira

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Jean Mota; Yuri (Gabriel Calabres), Vecchio (Vitor Bueno) e Diego Pituca; Arthur Gomes, Copete (Eduardo Sasha) e Yuri Alberto
Técnico: Jair Ventura

Comentários

comentário