Sasha falou sobre a parceria com Gabigol no ataque (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Sasha falou sobre a parceria com Gabigol no ataque (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Sasha comemora parceria com Gabigol, mas não confirma titularidade

Eduardo Sasha aposta em uma dupla de sucesso com Gabigol no ataque. Após o empate por 2 a 2 com a Ferroviária no último sábado (10), em Araraquara, onde cada um marcou um gol na partida, o atacante acredita que a parceria só tende a crescer nas próximas rodadas do Campeonato Paulista.

Agora, a expectativa é de que os dois atletas reeditem a dobradinha no duelo contra o São Caetano nesta quarta-feira (14), às 19h30, na Vila Belmiro, pela sétima rodada da competição. Sasha, inclusive, rasgou elogios ao companheiro, apesar do pouco tempo juntos em campo.

“É um grande jogador (Gabigol) como todos sabem. Muita movimentação e abre espaços para os (jogadores) de lado (de campo) entrarem na área. Não treinamos muito, pois ele chegou recentemente, mas no primeiro jogo conseguimos nos entender bem. Que possamos fazer grandes jogos juntos”, disse o atleta durante entrevista coletiva nesta terça-feira (13) à tarde, no CT Rei Pelé.

Mesmo com o retorno de Copete ao time após cumprir suspensão automática, é pouco provável que o camisa 27 perca a titularidade após marcar dois gols em quatro partidas e mostrar bom repertório técnico. Mesmo consciente de seu bom momento no Santos, o jogador preferiu despistar sobre o assunto.

“Não tem nada garantido (a titularidade). Me preparei muito para viver este momento com treinos fortes e isso facilita para que eu possa dar o melhor dentro de campo. Eu acho que a situação da titularidade não está definida. Venho aproveitando as oportunidades que o professor vêm me dando… A briga é com todos por todos serem versáteis. Jogo na direita, esquerda ou centralizado. É uma boa dor de cabeça para o treinador. Todos estão preparados para agarrar essa oportunidade”, pontuou.

O elenco santista encerra a preparação para o duelo diante do Azulão na tarde desta terça-feira (13) e deve ir a campo com: Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Gustavo Henrique e Caju (Jean Mota); Alison, Renato e Vecchio; Copete, Sasha (Arthur Gomes) e Gabigol.

Na segunda colocação do Grupo D, com um ponto a menos do que o Botafogo-SP, o Alvinegro espera encerrar a oscilação vista neste início de temporada, já que não vence há três rodadas. Na única vez em que jogou na Vila em 2018, o time perdeu por 1 a 0 para o Bragantino.

Comentários

comentário