Neymar contra o Peñarol (AFP PHOTO / Daniel CASELLI)

Santos tem bom retrospecto atuando no Uruguai; relembre jogos

Depois de sete longos anos, o Santos volta a entrar em campo no Uruguai nesta terça-feira (01), no estádio Parque Central, contra o Nacional, às 21h30, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. E, no que depender do retrospecto no país vizinho, o Peixe já leva uma boa vantagem.

A última partida em Montevidéu não traz o gosto da vitória ao torcedor, mas não deixou de ser um grande passo para uma conquista histórica. No dia 15 de junho de 2011, no estádio Centenário, pela finalíssima do torneio continental, o Alvinegro empatou em 0 a 0 com o Peñarol – na semana seguinte, no Pacaembu, o Santos bateu o adversário por 2 a 1 e levou o tricampeonato da Libertadores.

Na história, o time santista realizou seis partidas em solo uruguaio, com três vitórias, dois empates e uma derrota. A primeira partida aconteceu em 1962, ano em que o Santos conquistou o primeiro título do torneio. Com dois gols de Coutinho, o time de Pelé e companhia bateu o Peñarol por 2 a 1, no Centenário.

Já o único embate contra o Nacional ocorreu em 2003, pelas oitavas de final da Libertadores, quando os rivais empataram em 4 a 4. Naquela oportunidade, o Alvinegro era comandado por Emerson Leão, Diego e Robinho, abriu 3 a 1, mas vacilou no fim e levou o quarto gol aos 50 minutos da etapa final.

Com três vitórias em quatro jogos, o Peixe está isolado na liderança do grupo 6, com nove pontos ganhos. Nacional-URU, com cinco, e Estudiantes e Real Garcilaso, com quatro pontos cada, completam a chave. Uma vitória simples garante o Alvinegro na próxima fase.

Sem Eduardo Sasha, com dores no tornozelo direito, Copete e Arthur Gomes brigam por uma posição no ataque, enquanto Gustavo Henrique e Luiz Felipe disputam a titularidade na defesa – Lucas Veríssimo está suspenso. O provável Santos tem: Vanderlei; Daniel Guedes, Gustavo Henrique (Luiz Felipe), David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini e Jean Mota; Copete (Arthur Gomes), Rodrygo e Gabigol.

Veja abaixo os resultados do Santos no Uruguai pela Libertadores:

28/07/1962 – final
Peñarol 1 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

28/03/1965  – semifinal
Peñarol 3 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

23/04/2003 – oitavas de final
Nacional 4 x 4 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

20/04/2005 – fase de grupos
Danubio 1 x 2 Santos, no Estádio Luis Franzini, em Montevidéu

05/04/2007 – fase de grupos
Defensor 0 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

15/06/2011 – final
Peñarol 0 x 0 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

Comentários

comentário