Caju quase foi parar no Apoel, do Chipre (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
Caju quase foi parar no Apoel, do Chipre (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Santos recusa proposta de empréstimo do Apoel, do Chipre, por Caju

A situação do lateral-esquerdo Caju continua indefinida no Santos. Nessa segunda-feira (14), a diretoria alvinegra recusou uma proposta de empréstimo do Apoel, do Chipre, pelo jogador de 22 anos. O presidente José Carlos Peres e o Comitê de Gestão não viram vantagem na negociação.

A informação foi publicada inicialmente pela Gazeta Esportiva e confirmada pelo Santista Roxo.

O contrato colocado na mesa do Peixe seria de empréstimo do atleta por duas temporadas, com valor de compra fixado em 1,2 milhão de euros (R$ 5,2 milhões – cotação atual). Além disso, o time europeu pagaria 100% dos ordenados do atleta – que gira em torno de R$ 120 por mês.

Agora, uma possível transferência de Caju para o mercado europeu voltou à estaca zero, já que a negociação entre o Peixe e o Amiens, da França, também esfriou. Recentemente, inclusive, o presidente santista dava como certa a negociação do atleta para o time francês.

Depois de não agarrar as oportunidades no início do ano, Caju perdeu espaço no Santos. Ele não atua desde fevereiro, na vitória sobre o São Caetano por 2 a 0, pelo Campeonato Paulista. Ao todo, foram cinco jogos e 371 minutos em campo na temporada. Hoje, Dodô é o titular na lateral esquerda.

Vale destacar também que, no ano passado, ele chegou a ser confirmado no Lille-FRA, mas foi reprovado nos exames médicos do Clube. Pelo Alvinegro, participou de 48 partidas, mas nunca teve status de titular desde que subiu ao profissional. Ele tem contrato com o Santos até dezembro de 2019.

Comentários

comentário