Santos terminou o Brasileirão na terceira colocação (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
Santos terminou o Brasileirão na terceira colocação (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Santistas projetam títulos em 2018 após temporada “em branco”

O Santos FC terminou o ano de 2017 garantido na fase de grupos da Libertadores do ano que vem, mas, ao mesmo tempo, colecionando decepções por causa das quedas nas quartas de final da Copa do Brasil, Campeonato Estadual e Libertadores e, por fim, o amargo terceiro lugar no Campeonato Brasileiro.

Um ano “em branco” no Peixe era algo que não acontecia desde 2014, ano em que o Peixe chegou “apenas” ao vice-campeonato Estadual. Além disso, o time da Vila não levanta um troféu de grande expressão desde 2012, quando venceu a Recopa Sul-Americana ao bater o Universidad de Chile.

Após o fim da temporada, os santistas lamentaram a falta de títulos, mas já vislumbram uma temporada diferente em 2018. Com ao menos quatro torneios para disputar no ano que vem (Estadual, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão), o Alvinegro, finalmente, dará a volta por cima.

“Nosso grupo é bom, mas será bom também se vierem reforços para ter disputas sadias, porque todos querem jogar. Infelizmente não conseguimos títulos neste ano, uma pena porque nosso grupo é muito forte. Mas quando voltarmos para a reapresentação, vamos dar nosso melhor na pré-temporada e pensar em conquistar todos os títulos que o Santos disputar”, disse Arthur Gomes.

“Terminamos o ano de uma forma que não queríamos. Tem eleição agora dia 9. Espero que em 2018 o Santos venha forte para podermos conquistar títulos. As coisas têm de ser diferentes em 2018. Não adianta culpar só o jogador. As coisas não acontecem só dentro de campo. Que a gente monte um time competitivo para podermos conquistar títulos”, emendou o atacante Bruno Henrique.

“Contratações eu deixo mais para a diretoria, acho que temos um elenco muito bom, infelizmente não deu nada certo, futebol é assim. Mas ano que vem espero que seja tudo diferente”, destacou o volante Matheus Jesus.

“Não foi 100% (o ano) porque não conquistamos títulos, mas estamos entrando pela segunda vez na Libertadores por meio do Campeonato Brasileiro. Não é um trabalho de se jogar fora. É um balanço positivo. Esse grupo merece títulos, eu falei para eles, e agora é se reapresentar buscando conquistar. São dois anos batendo na trave”, complementou o técnico interino Elano.

O elenco do Santos saiu de férias no último domingo e retorna ao CT Rei Pelé para a pré-temporada no dia 3 de janeiro. No próximo sábado (09), o Clube passará por eleição presidencial para o triênio 2018-2020, com quatro chapas concorrendo ao pleito.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário