Jorge Sampaoli, técnico do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Sampaoli cita estrutura de trabalho e diz que marcar gols virou “religião” no Santos

O técnico Jorge Sampaoli afirmou que marcar gols virou uma espécie de religião para o Santos. A afirmação veio após mais uma vitória convincente do Peixe por 3 a 0 sobre o Guarani nesta segunda-feira (18), no Pacaembu, em São Paulo, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Após nove jogos entre Paulistão, Sul-Americana e Copa do Brasil, o Santos já marcou 23 gols e conta com o melhor ataque do Brasil na temporada.

“Estamos com uma estrutura de trabalho que nos permite trabalhar dessa forma. Mas o mais importante é a vontade de ir para frente, a vontade dos jogadores de desfrutar o jogo, tratando de crescer, tratando como se o jogo e o gol rival fosse nossa religião. Estamos construindo essa ideia e tomara que desfrutemos dela”, disse Sampaoli em entrevista coletiva.

“Nos está faltando consolidação. Tratar que o Santos não é uma moda, mas sim realidade. E isso vai dizer o tempo. Vai dizer os momentos de crises. Seguir crescendo, essa é a maneira que nos deixará mais perto da vitória”.

Com o resultado positivo, o Alvinegro chegou aos 18 pontos e segue como líder isolado do grupo A do Paulistão. O Red Bull, vice-líder, tem 14. A Ponte Preta, terceira colocada, tem nove. Na lanterna, o São Caetano aparece com apenas quatro pontos após sete rodadas disputadas.

Agora, o Santos terá pela frente o clássico contra o Palmeiras, no sábado (23), às 19h, no Allianz Parque, em São Paulo, em jogo válido pela oitava rodada do Estadual. Para o confronto, o Peixe não poderá contar com o volante Alison, suspenso pelo terceiro amarelo.

Comentários

comentário