Ricardo Oliveira, atacante do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Ricardo Oliveira, atacante do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Ricardo Oliveira vê Santos muito aquém e minimiza desfalques

Depois do empate em 1 a 1 com o Barcelona de Guayaquil, no Equador, na última semana, o Santos FC precisava apenas de um 0 a 0 no duelo da volta nessa quarta-feira (20), na Vila Belmiro, para avançar às semifinais. A vantagem, porém, caiu por terra, pois o Peixe perdeu por 1 a 0 e deu adeus à Libertadores.

Após o confronto, Ricardo Oliveira admitiu que o Alvinegro Praiano foi muito aquém do que poderia apresentar e não conseguiu colocar em campo o seu estilo de jogo.

“Estivemos muito aquém do que podemos fazer, essa é a verdade. Nós não conseguimos jogar hoje, não conseguimos ser criativos, procuramos um jogo de ligação direta, de contato, não fizemos o nosso jogo e essa é a razão de termos sido eliminados hoje”, disse.

Indagado sobre se as ausências de Victor Ferraz, Lucas Lima e Renato, todos lesionados, que foram fundamentais para a derrota santista, o capitão preferiu não opinar sobre o assunto e voltou a falar que a equipe comandada por Levir Culpi esteve irreconhecível.

“Não dá para a gente se apegar a isso agora, nós temos jogadores que vestem essa camisa e nós confiamos em todos. Simplesmente não conseguimos fazer o nosso jogo e saímos daqui tristes por causa da eliminação”, concluiu.

Fora do torneio mais importante para o Clube na temporada, o Santos precisa rapidamente juntar os cacos e virar a “chavinha”. No próximo sábado (23), às 21h, na Vila Belmiro, o elenco comandado por Levir Culpi recebe o Atlético-PR, pela vigésima quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário