Ricardo Oliveira não marcava há mais de um mês (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Ricardo Oliveira não marcava há mais de um mês (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Ricardo Oliveira quebra jejum no clássico e diz: “A persistência prevaleceu”

Após mais de um mês sem balançar as redes, o atacante Ricardo Oliveira, enfim, desencantou. O camisa 9 foi o autor do segundo gol na vitória do Santos FC sobre o Corinthians por 2 a 0 neste domingo (10), na Vila Belmiro, pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

No primeiro tempo, o atleta de 37 anos deu trabalho para o goleiro Cássio, teve um gol anulado por impedimento e perdeu boas chances, mas, já fim do duelo, acabou confirmando a importante vitória santista – ele não balançava as redes desde o dia 2 de agosto, no triunfo do Alvinegro por 3 a 2 diante do Flamengo, no Pacaembu

“A persistência acabou prevalecendo hoje. Participei ativamente desde o início, perdi chances, mas acabei sendo coroado com um presente do Bruno Henrique no fim”, comemorou Oliveira, que tem um ótimo retrospecto contra o Corinthians durante a sua carreira.

Ainda sobre o gol anulado, o capitão admitiu que estava em condição irregular e parabenizou a bandeira Tatiane Sacilotti que, aos 15 minutos do segundo tempo, levantou o braço impedindo o que seria a sua primeira bola na rede no clássico.

“Fui conversar com ela para dar os parabéns. Eu estava impedido mesmo. Precisávamos de uma apresentação dessa em um clássico. Agora vamos jogar a Libertadores com muita confiança”, concluiu o camisa 9.

Com a vitória, o time da Vila, terceiro colocado, chegou aos 41 pontos e diminuiu a diferença para o rival, que tem 50, mas continua líder. Agora, o Santos vira a “chavinha” e viaja até o Equador para encarar o Barcelona de Guayaquil na quarta-feira (13), às 21h45, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário