Porozo, zagueiro do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Promovido no Santos, Jackson Porozo é convocado pela Seleção do Equador

Campeão Sul-Americano com o sub-20, disputado no Chile no mês de janeiro, o zagueiro Jackson Porozo foi convocado pela Seleção Equatoriana. O técnico Hernán Darío Gómez convocou o jogador de 18 anos pela primeira vez para defender a Seleção principal do seu país, que disputará dois amistosos contra os Estados Unidos e Honduras, nos dias 21 e 26 deste mês, respectivamente.

Em seu retorno ao Santos após o Sul-Americano, Porozo foi promovido ao time profissional por Jorge Sampaoli. Apesar de ser um sparring no elenco do argentino, o estrangeiro foi inscrito no Campeonato Paulista. Ele aguarda ser relacionado pela primeira vez para um jogo oficial.

Contratação polêmica no ano passado

A chegada de Porozo envolveu uma polêmica que rendeu até um pedido de impeachment contra o presidente José Carlos Peres. O Santos pagou 350 mil euros ao Manta-EQU, divididos em três parcelas, por 100% dos direitos federativos do jogador, mas se comprometeu a passar 30% do lucro numa eventual venda futura à empresa Hi Talent, que tem Ricardo Marco Crivelli, o Lica, como um de seus fundadores. O profissional foi afastado do Alvinegro após denúncias de abuso sexual no ano passado.

Pressionado por conselheiros, o presidente santista foi “obrigado” a fazer um novo contrato com o jogador onde retirava a parte da Hi Talent. O caso se tornou público e rendeu dor de cabeça ao dirigente.

Mas, apesar da polêmica envolvendo o seu nome, Porozo afirmou que sempre foi bem tratado no Santos.

“Aqui no Santos eu sempre fui muito bem tratado. Os trabalhos sempre foram muito bons e me fizeram chegar em ótimas condições para fazer as coisas da melhor maneira possível na Seleção. O Santos é um grande time, o maior do Brasil e eu agradeço muito todo o suporte que vem sido dado a mim até o momento. Este trabalho, com a graça de Deus, me deu condições de ter me sagrado campeão”, afirmou o zagueiro.

Comentários

comentário