Abel Braga pode comandar o Santos em 2019 (Foto: Maílson Santana/Fluminense FC)

Presidente do Santos viaja ao Rio de Janeiro para negociar com Abel Braga

O presidente do Santos, José Carlos Peres, viajou ao Rio de Janeiro nas últimas horas para negociar pessoalmente a contratação de Abel Braga. O treinador chegaria para substituir Cuca, que dará uma pausa na carreira por conta de problemas cardíacos. A informação foi publicada inicialmente por A Tribuna.

O ex-Fluminense é a prioridade, mas ainda não respondeu a proposta feita pela diretoria santista, uma vez que estava em Montévideu, no Uruguai, e voltou ao Brasil nesta semana. Para o dirigente santista, que é amigo de longa data do treinador, Abel seria o nome ideal para substituir Cuca.

“Abel é uma amizade. Eu estava no G4 Paulista e tive amizade. Técnico top e que gosta do Santos. Tive duas negociações, uma para trazer em dezembro e outra foi antes do Cuca. Primeiro não quis abandonar Fluminense, atitude de gente grande, e depois teve o acidente (do filho). Falei para ele na ocasião que é uma mini Rio de Janeiro. Ele falou que seria um prazer. Gostaria que fosse para ontem. É competente, boa ligação com jogadores de base. Quantos foram lançados além do Pedro no Fluminense? Vários”, disse o presidente na última terça-feira, após reunião do Conselho Deliberativo.

Ainda na entrevista, José Carlos Peres descartou uma lista de nomes, como o de Rogério Ceni, Roger Machado, Lisca Doido, Dorival Júnior e de alguns estrangeiros, inclusive o de Aguirre, demitido nas últimas semanas do São Paulo.

“Nunca teve Rogério Ceni e Roger Machado. Aguirre não, Dorival não. Lisca e Guto Ferreira não estão na lista. Muricy é um bom nome, mas não quer trabalhar. Sampaoli esquece. Osorio esquece. Roberto Martinez não dá. Holan grande nome, mas tem contrato. E é muito difícil um estrangeiro dar certo no Brasil. Prioridade é um brasileiro”, emendou.

Por enquanto, o maior temor de Peres é de que Renato Gaúcho aceite a proposta de renovação e permaneça no Grêmio. Com isso, Abel Braga passaria a ser o plano A do Flamengo, que passa por um período de eleição presidencial – o pleito está marcado para o dia 8 de dezembro.

Comentários

comentário