Cuca e o presidente José Carlos Peres (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Peres diz que se aproximou do elenco com a chegada de Cuca no Santos: “Extraordinário”

O presidente José Carlos Peres rasgou elogios ao técnico Cuca por conta da grande evolução da equipe nas últimas semanas. Se antes com Jair Ventura, hoje no Corinthians, o Santos tinha poucas perspectivas para o futuro, isso mudou completamente com a chegada do atual treinador.

Sem perder há oito jogos e sem sofrer gols há sete, o Alvinegro Praiano está de vez na luta pelo G-6 do Campeonato Brasileiro. Oitavo colocado, com 31 pontos, o Peixe encara o líder São Paulo neste domingo (16), às 16h, na Vila Belmiro, pela vigésima quinta rodada do Nacional.

Peres, inclusive, acredita que passou a estar mais presente no elenco com a chegada do treinador.

“Quem contratou o Cuca fui eu. Clube só reagiu porque tem ele. É extraordinário treinador. Me surpreendeu. Sinergia absurda! Jogador entra a 150% por hora. Acordou elenco. Tínhamos jogadores extraordinários que não estavam. Crédito é da comissão e jogadores. Eu abracei, dei minha cara, o apoio. Jogador não joga só com os pés. Se trouxer o Messi e não estiver focado e protegido, não vai render. Passei a acompanhar mais na questão de não deixar faltar nada e participar com eles. Jair se classificou para Copa do Brasil, Libertadores, sempre com problemas de reforços e não tínhamos dinheiro”, disse o dirigente.

Vale lembrar que Peres e Cuca tiveram a relação estremecida após fortes declarações do treinador. Ele alegou que o Alvinegro precisava crescer profissionalmente após ser punido pela Conmebol no caso Carlos Sánchez. O Peixe foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores, contra o Independiente-ARG.

Em entrevista coletiva longe dos bastidores do Santos nesta quinta-feira (13), o vice Orlando Rollo, que vive um racha político com o presidente, disse que Peres cogitou demitir o comandante por conta da desavença pontual para trazer o colombiano Juan Carlos Osorio.

“Realmente quando houve discussão pública entre Peres e Cuca, o Peres cogitou, sim, trazer o Osorio no lugar do Cuca, o que foi rapidamente rechaçado pelo Comitê de Gestão, mesmo ele não respeitando o CG”, disse Rollo.

Em contato rápido com o Santista Roxo, Peres rechaçou a afirmação do vice com veemência.

“Mentira. Aliás, Cuca foi contratado por mim e homologado pelo Comitê de Gestão. Por mim e pelo Ricardo Gomes. Ele (Rollo) se refere a algumas críticas do Cuca à falta de profissionalismo no Clube, as quais endosso. Tenho trabalhado muito para transformar a administração do Santos para um profissionalismo onde as áreas executivas sejam as responsáveis pelo Clube. Nesta crítica de Cuca, fechamos muitas pontas soltas e que agora todos unidos estamos subindo cada vez mais. O vice quis jogar-me contra o Cuca, mas não vai colar”, apontou.

Comentários

comentário