Gabriel Calabres não estava nos planos do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Peres tenta encontrar clube interessado para não perder dinheiro com Calabres

O presidente do Santos, José Carlos Peres, não quer perder Gabriel Calabres de graça. O meia tem contrato até 31 de outubro deste ano e, a partir de maio, pode assinar um pré-acordo com qualquer time.

Para isso, o dirigente quer arrumar uma nova equipe interessada no futebol do atleta antes do fim do seu contrato. O jogador de 20 anos tem treinado em separado do elenco de Jorge Sampaoli, não participa das partidas e o Peixe não estuda fazer uma proposta para renovar seu contrato.

“Contrato vai até outubro. Departamento de Futebol liberou, eu segurei para o Santos não perder dinheiro. Clubes da Europa aproveitam o estoque, sub-20, sub-23… Vão para prateleira e vendem todos”, disse o dirigente após reunião do Conselho Deliberativo, na Vila Belmiro.

“Estava encaminhado (para rescindir de graça), mas segurei para tentar colocar em algum lugar. Portugal, por exemplo”, emendou.

Gabriel Calabres recebeu sondagens da Ponte Preta e da Chapecoense no Brasil e do Deportivo La Coruña-ESP no exterior. Nenhuma tratativa avançou. O Santos também não imaginava que o jogador perderia todas as suas oportunidades no elenco profissional.

Destaque da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2018, o armador não se destacou no time principal. Nesta temporada, chegou a ser opção, porém, não entrou e campo e perdeu espaço para Sandry, Jean Lucas e Cueva. No total, ele participou de quatro partidas como profissional e não marcou gols.

Comentários

comentário