Diego Pituca pode deixar o Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Presidente do Santos diz que não aumentará proposta por Pituca e faz alerta: “Traremos gente para a posição”

O presidente do Santos, José Carlos Peres, afirmou que não aumentará mais nem um centavo para renovar com Diego Pituca, titular absoluto da equipe em 2018. De acordo com o dirigente, o Peixe já deu o seu máximo e ofereceu cinco vezes mais do que o salário atual do jogador.

O atual contrato do volante é longo, até 2021, mas o meio-campista recebe o mesmo salário do tempo de Santos B – cerca de R$ 20 mil. O tempo de contrato (cinco anos) e as luvas pela assinatura do acordo já estão definidas. Falta “apenas” a base salarial. O jogador já chama atenção de outros times brasileiros.

“Diego Pituca tem contrato de três anos. A multa é grande, acredito que nenhum time faça isso com o outro, que nem São Paulo com Flamengo… Eu já fiz minha proposta. Quero ver qual é o clube, eu ligo (se tentar tirá-lo daqui). Tem um que fez isso, o Atlético-PR, e está na Justiça. Se ele quer ficar, tem que dizer que quer. Aumentamos cinco vezes o salário atual, não dá para fazer mais. Traremos gente para a posição dele, não é titular garantido (em 2019). Eu já aumentei, ofereci um tanto, um tanto, tanto e outro tanto… Hoje é difícil aumentar mais. Não é grande, cheguei no meu topo”, disse o cartola.

Contratado do Botafogo-SP, Diego Pituca tem os direitos econômicos divididos em 50% entre o Alvinegro Praiano e o Botafogo-SP. Em contrapartida, a multa rescisória dele com o Peixe é de R$ 8 milhões para times brasileiros e de R$ 50 milhões para equipes do exterior.

“Desde agosto não temos nenhuma novidade. Se o presidente do Santos não tem interesse no Pituca, tem outros clubes dispostos a contratá-lo. E ele (José Carlos Peres) sabe disso. Se nada for feito até o fim do campeonato, vamos acertar os detalhes com algum time, pagar a multa e tirá-lo do Santos”, disse Adalberto Almeida, empresário do jogador, em entrevista para A Tribuna On-line recentemente.

Contratado em 2017 junto ao Botafogo-SP para a equipe sub-23, Pituca foi promovido ao elenco profissional pelo ex-técnico Jair Ventura em janeiro. São 41 partidas na temporada e a polivalência confirmada em atuações como segundo volante (posição de origem), primeiro volante e armador.

Comentários

comentário