Ricardo Oliveira não atua há quase dois meses (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
Ricardo Oliveira não atua há quase dois meses (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Oliveira se irrita ao ser substituído, mas minimiza atitude: “Queria ajudar”

Ricardo Oliveira teve uma atitude inusitada no empate em 0 a 0 com o Santa Fe, em Bogotá, na Colômbia. Aos 24 minutos da segunda etapa, o camisa 9 foi substituído pelo colombiano Copete, não ficou feliz com a decisão de Dorival Júnior e chutou um copo d’água ao sair do gramado.

Após o apito final, o capitão – mais calmo – explicou a atitude tomada de “cabeça quente”. O artilheiro admitiu que não queria sair de campo naquele momento, mas negou qualquer tipo de desavença com Dorival e ratificou o seu respeito pelo técnico.

“Não queria sair. Tem horas que você está mal no jogo, mas tem outras que você acredita que pode dar mais. Mas existe sempre o respeito ao Dorival. Faz parte do jogo, só queria permanecer para ajudar. Não vai ter bronca.  Eu nunca fiz isso. Era só a ânsia de querer ficar em campo, mas não foi desrespeito com o treinador e com quem entrou”, disse o capitão na saída do gramado do estádio El Campín.

Com o empate, o Alvinegro agora soma 5 pontos: dois empates e uma vitória na Libertadores – aproveitamento de 55.6%. Feliz pelo ponto conquistado fora de casa, Oliveira elogiou o empenho do elenco durante o confronto contra os colombianos.

“Acho que sim (o empate foi importante). Foi um jogo muito disputado, como havíamos previsto. Conseguimos em alguns momentos ter oportunidades de gol, mas precisamos valorizar esse ponto e a dedicação de todo o grupo”, concluiu o artilheiro.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário