Coutinho morre aos 75 anos (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Morre Coutinho, um dos maiores jogadores da história do Santos

Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, morreu nesta segunda-feira (11) aos 75 anos. O ex-jogador tinha diabetes e havia sido internado na UTI da Casa de Saúde em janeiro por causa de uma pneumonia. A causa da morte do ex-jogador foi um infarto agudo do miocárdio em decorrência de diabetes e hipertensão arterial sistêmica.

Coutinho era um dos maiores ídolos da história do Santos, conhecido como o maior parceiro de Pelé dentro de campo. Terceiro maior artilheiro do Peixe, ele jogou entre os anos de 1958 e 67 no time da Vila Belmiro e marcou 368 gols em 457 partidas. Ele conquistou seis títulos Paulistas, cinco Brasileiros, duas Libertadores e dois Mundiais de Clubes. Pela Seleção Brasileira, conquistou a Copa de 1962.

O Santos, por meio de suas redes sociais, confirmou o falecimento e cederá o Salão de Mármore da Vila Belmiro para a família realizar o velório do ex-atleta.

Veja nota oficial do Santos:

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Antônio Wilson Vieira Honório, o eterno ídolo Coutinho, aos 75 anos de idade.

Coutinho é o terceiro maior artilheiro da história do Peixe, com 368 gols em 457 partidas pelo clube. O craque formou a parceria mais icônica da história do futebol ao lado de Pelé.

O eterno ídolo nasceu no dia 11 de junho de 1943, na cidade paulista de Piracicaba. Com a camisa do Alvinegro Praiano, Coutinho conquistou seis títulos paulistas, cinco brasileiros, duas Libertadores e Mundiais de Clubes. Já com a Seleção Brasileiro, ele foi campeão mundial em 1962.

Mais informações sobre o velório serão divulgadas em breve.

Comentários

comentário