Levir Culpi, técnico do Santos (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
Levir Culpi, técnico do Santos (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Levir vê empate injusto contra a Ponte e diz: “Temos que melhorar”

O Santos FC não conseguiu furar o bloqueio da Ponte Preta, nesse sábado (17), no Pacaembu, pela oitava rodada do Brasileirão. Com o empate em 0 a 0 contra a equipe de Campinas, o Peixe deixou de engatar a quarta vitória consecutiva na competição e, consequentemente, não entrará no G4 ao fim desta rodada.

Após o duelo, o técnico Levir Culpi aprovou a postura da equipe santista e acredita que o resultado mais justo seria uma vitória magra do Alvinegro, que teve 59% da posse de bola e 14 finalizações, contra apenas oito da Macaca durante os 90 minutos.

“O resultado é ruim, pois somamos só um ponto. Agora se o jogo fosse um 1 a 0 seria justo. Porém, nós não colocamos a bola lá dentro. Se considerar o volume de jogo do Santos, a maneira de jogar, o time teve uma cadência legal. É um time ofensivo, das características que gosto. O volume foi muito bom. Só faltou competência para finalizar”, disse Levir, em entrevista coletiva.

Embora tenha elogiado a postura dos jogadores, o comandante considera que há muitos erros a serem corrigidos no Santos. Ele ainda aproveitou a entrevista para elogiar a Ponte que, segundo ele, é um dos adversários mais organizados taticamente na competição.

“Tudo pode ser melhorado. Não adianta ficar procurando problemas, temos que procurar melhorar. E tem como melhorar. E nós não empatamos contra qualquer time. É um dos melhores taticamente”, concluiu.

Com 13 pontos em oito jogos, o time da Vila permanece em quinto lugar na tabela. Na próxima quarta-feira (21), o Santos visita o Vitória, às 19h30, no Barradão, em confronto válido pela nona rodada da competição.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário