Jean Mota admitiu que não foi bem contra o Galo (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Autocrítico, Jean Mota explica irritação ao ser substituído contra o Galo

O meio-campista Jean Mota explicou o motivo de sua irritação ao ser substituído aos 26 minutos do segundo tempo por Eduardo Sasha no empate sem gols contra o Atlético-MG, na última quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Depois de iniciar no banco de reservas na vitória sobre o Vasco por 3 a 0, no último domingo, o camisa 41 foi titular contra o Galo, mas não brilhou e acabou substituído. A repórter do canal Premiere, Lívia Laranjeira, notou a irritação do jogador e reportou o fato durante a transmissão.

Na zona mista do Independência, o atleta afirmou que o descontentamento foi consigo mesmo, uma vez que, segundo ele, não conseguiu tocar na bola durante o segundo tempo.

“Foi comigo mesmo, com a situação que estávamos. Primeiro tempo estava recebendo a bola, mas segundo tempo nem peguei na bola direito. Isso que me deixou irritado, respeito o treinador, é a escolha dele. Saio irritado por não ter participado tanto do segundo tempo”, disse Jean Mota.

O meia, destaque do Santos no Paulistão, vem convivendo com dores no joelho direito desde a eliminação para o Corinthians no Pacaembu. Apesar disso, ele não ficou “preso” no Departamento Médico e já afirmou que só deve se livrar totalmente das dores durante a parada para a Copa América.

“Bem melhor no primeiro tempo, segundo tempo não tive boas chances, porque o time deles pressionou a nossa saída de bola. Fiz um bom jogo no primeiro tempo, tive boa chance. Me senti bem, me movimentei bastante. Meu joelho estava incomodando, mas melhorou bastante, me sinto bem melhor”, emendou.

O próximo compromisso do Santos de Jean Mota será o clássico contra o Palmeiras, no sábado (18), às 19h, no Pacaembu, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários

comentário