Jean Mota em entrevista coletiva (Foto: Vítor Henrique / Santista Roxo)

Invicto contra o Ceará, Jean Mota espera “chuva de vaias” em reencontro no Castelão

O duelo do Santos contra o Ceará neste domingo (31), às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, terá um sabor especial para Jean Mota.

Entre 2015 e 2016, o camisa 41 do Peixe vestiu as cores do Fortaleza, maior rival do Vôzão, e nunca perdeu o clássico. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (31), no CT Rei Pelé, ele citou um “algo a mais” pelo reencontro e, claro, projeta receber muitas vaias dos cearenses.

No ano passado, por exemplo, Jean Mota marcou o gol do empate em 1 a 1 entre Santos e Ceará, em Fortaleza. Na comemoração, o jogador colocou a mão na orelha e provocou a torcida rival.

“É um clássico diferente. Nunca perdi para eles, tanto lá, quanto no Santos. Tem algo a mais sim. Para a gente continuar na parte de cima da tabela, precisamos da vitória… A gente sabe que é um jogo festivo, então a torcida (deles) vai estar em peso. Já joguei lá e sei como é. Temos que estar preparados para isso. É muito complicado jogar por lá, mas temos que dar nosso melhor”, disse.

“Tem muito xingamento, muitas vaias, mas é normal. Não serei recebido com aplausos, tenho certeza disso, mas isso fica fora de campo. Quando eu entro, meu foco é no jogo”, emendou.

Um possível time terá: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Jorge; Alison (Carlos Sánchez), Jean Lucas e Jean Mota (Cueva); Rodrygo, Uribe (Eduardo Sasha) e Derlis González (Marinho).

No Brasileirão, o Santos foi ultrapassado por Corinthians e São Paulo, mas chegou aos 11 pontos e está na quinta colocação. O Palmeiras é o líder isolado, com 16 pontos.

Comentários

comentário