Gabigol marcou dois gols do Santos sobre o Paraná (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Gabigol brilha de novo, Santos vence Paraná e se reabilita no Brasileirão

O Santos está reabilitado na temporada! Depois de uma goleada importante sobre o Luverdense na Copa do Brasil, o Peixe venceu a segunda partida no Campeonato Brasileiro com o 3 a 1 sobre o lanterna Paraná neste domingo (13), na Vila Belmiro, pela quinta rodada da competição nacional.

No primeiro tempo, o Alvinegro Praiano esbarrou na forte marcação do rival, que teve as chances mais claras para abrir o marcador. Mas, no segundo tempo, a postura do Santos mudou e, logo no início dos 45 minutos finais, decidiu a partida com três gols dos Meninos da Vila: Rodrygo e Gabriel, duas vezes. O atacante Silvinho descontou para o time rival no último minuto da partida.

Com o resultado positivo, o Peixe subiu na tabela e agora é o décimo segundo colocado, com seis pontos ganhos. Na próxima rodada do Brasileirão, o elenco comandado por Jair Ventura encara o clássico contra o São Paulo, no dia 20, às 16h, no Morumbi, pela sexta rodada.

Antes disso, porém, o Santos volta suas atenções para a Copa do Brasil, onde visita o Luverdense na próxima quinta-feira (17), às 19h15, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Com a goleada por 5 a 1 no jogo de ida, o time santista pode perder por até três gols de diferença.

A partida

O primeiro tempo entre Santos e Paraná na Vila foi difícil de assistir. Precisando do resultado para engrenar no Brasileirão, o time santista buscava a todo instante o ataque, mas sofria para acertar o último passe, enquanto o adversário, lanterna do torneio, apostava nos erros do Peixe na saída de bola.

E foi assim que o Paraná, por muito pouco, não abriu o placar. Aos 12 minutos, Lucas Veríssimo fez um recuo estranho na área e Vanderlei, desajeitado, afastou. A primeira chance do Santos aconteceu aos 27, quando Dodô cruzou pela esquerda e Rodrygo cabeceou para boa defesa do goleiro David.

No fim da etapa inicial, os visitantes começaram a gostar do jogo e se lançaram ao ataque. Aos 41, Alemão tabelou com Carlos e mandou uma bomba. Vanderlei fez bela defesa. Na sequência, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Silvinho. Livre, o atacante mandou para fora.

Após o intervalo, o Santos começou elétrico o segundo tempo. No primeiro minuto, Gabigol finalizou, Eduardo Sasha desviou de cabeça e Rodrygo, atento no lance, concluiu para o fundo das redes. O tento marcou também o primeiro do raio como profissional na Vila Belmiro.

Aos 13, o Peixe ampliou quando Victor Ferraz fez cruzamento milimétrico para Sasha, que ajeitou de cabeça e Gabigol, como um centroavante, fez o segundo dele no jogo. Em seguida, Eduardo Sasha, responsável por duas assistências na partida, recebeu de Victor Ferraz na área, mas isolou.

Mesmo com o resultado praticamente assegurado, o Santos continuou no ataque. Aos 30, no primeiro lance de Arthur Gomes, que havia acabado de substituir Rodrygo, ele cruzou para Gabigol vencer o goleiro David. No último lance da partida, o Paraná descontou com o atacante Silvinho.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 PARANÁ

Local: Vila Belmiro, em Santos
Data: 13 de maio de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Público: 3971 pessoas
Renda: Renda: R$ 140.110,00

GOL:
SANTOS: Rodrygo (1º minuto 2T), Gabigol (13 minutos 2T)

CARTÕES AMARELOS:
PARANÁ: 
Torito Gonzáles (35 minutos 1T), Vitor Feijão (41 minutos 2T)
SANTOS: Gabriel (8 minutos 2T)

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Vecchio), Jean Mota e Vitor Bueno (Diego Pituca); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabriel
Técnico: Jair Ventura

PARANÁ: David; Alemão, Jesiel, Rayan e Igor (Júnior); Wesley Dias, Torito Gonzáles (Alex Santana) e Caio Henrique; Léo Itaperuna (Vitor Feijão), Silvinho e Carlos
Técnico: Rogerio Micale

 

Comentários

comentário