Gabigol, atacante do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Ex-técnico da Inter de Milão detona Gabigol: “Não se pode andar em campo”

Não é segredo para ninguém que a passagem de Gabigol na Europa foi conturbada e ainda rende muitos comentários dentro e fora do Brasil. Em entrevista à ESPN, o camisa 10 sofreu duras críticas de Frank de Boer, seu primeiro treinador na Internazionale de Milão, da Itália.

Sem temer uma grande repercussão na mídia, o ex-zagueiro detonou as atitudes do jogador de 21 anos.

“Ele pensava que ainda estava jogando no Brasil. Ele estava só andando e tem de estar em movimento. Ele só quer receber a bola sem correr, mas tem que trabalhar duro nos treinamentos. Não é por nada que não jogou comigo e não jogou mais na Inter”, disse de Boer.

“Ele tem de se olhar no espelho… Tem de demonstrar a cada dia no treinamento que é o melhor ou que pode ser um bom jogador, não com atitude de estrela. Ganhou o ouro olímpico e nada mais”, emendou.

Para o holandês, o jogador tem uma ‘perna esquerda fantástica’, mas precisa mudar sua postura.

“Ele tem que demonstrar a si mesmo, à equipe e ao treinador que é um bom jogador. Depois, pode ser um jogador fantástico, fisicamente está bem, tem uma esquerda fantástica, mas você não pode andar em campo, o futebol europeu é muito diferente do que no Brasil, onde há muito mais calor. Ele tem que aprender isso e espero que consiga, porque senão será uma lástima para o futebol brasileiro”, concluiu.

Gabigol chegou ao Santos em fevereiro após empréstimo frustrado com o Benfica-POR, e teve um início avassalador, com gols e boas atuações. Depois, porém, caiu de rendimento. Ele é o artilheiro do Peixe no ano, com 12 tentos, e será titular no clássico com o Palmeiras, no dia 19, às 20h, no Pacaembu.

Comentários

comentário