Técnica Emily Lima, das Sereias da Vila (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)
Técnica Emily Lima, das Sereias da Vila (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Emily Lima assume erros após vice na Liberta e diz: “É olhar para o futuro”

A técnica Emily Lima assumiu a responsabilidade após as Sereias da Vila perderem a final da Libertadores para o Atlético Huila neste domingo (02), na Arena da Amazônia, em Manaus. Após um empate em 1 a 1 no tempo normal, o time chileno bateu o time santista nas penalidades máximas.

“Nós apresentamos um bom futebol no primeiro tempo, valeu essa vitória parcial, e do Huila no segundo tempo. O Huila não está na final por acaso, fez um gol em uma falha nossa. Acredito que pênalti é treino, ela é a melhor batedora, a Angelina (que perdeu o pênalti) é uma das melhores batedoras ao lado da Maurine. Responsabilidade é minha. Desempenho da equipe no segundo pode ser falha minha mesmo, valeu nosso desempenho na competição. Não matamos o jogo no primeiro tempo e a bola pune. Foi um segundo tempo bem sofrido, agora é olhar para o futuro”, disse Emily em entrevista coletiva.

“Você precisa estar 90 minutos atento, se não tiver, o adversário estará lá para aproveitar as oportunidades. No vestiário nós demos as orientações, pedimos cuidado, sabemos da garra dos sul-americanos. Os brasileiros não têm muito isso, eles sim. Mas não foi isso que faltou. Tocaram a bola rápido, foram pra cima. A gente sempre busca fazer com que elas estejam concentradas, mas isso não foi possível hoje”, emendou.

A partir de agora, as santistas começam a pensar no Campeonato Paulista de 2019. Vale destacar que o Alvinegro Praiano venceu o torneio nesta temporada após passar pelo rival Corinthians e fazer uma campanha quase impecável.

Apesar do revés, as Sereias são bicampeãs do torneio continental. O primeiro título veio em 2009, quando o Peixe, que contava com o brilho de Marta e Cristiane, goleou o Universidad Autónoma-PAR por 9 a 0, na Vila Belmiro. No ano seguinte, Maurine, que continua no elenco, marcou de falta no fim em vitória por 1 a 0 sobre o Everton-CHI, na Arena Barueri, garantindo o bicampeonato da Libertadores.

Comentários

comentário