Cuca, técnico do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Cuca vê 1° tempo bom do Santos em derrota e destaca experiências em despedida

O técnico Cuca gostou do que viu do Santos no primeiro tempo da derrota por 2 a 1 para o Sport neste domingo (02), na Ilha do Retiro, em Recife, pela trigésima oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Nos primeiros 45 minutos,  o time teve duas boas chances com Jean Mota, um dos piores em campo na partida.

Para o treinador, o revés serviu também para jogadores que não vinham sendo muito utilizados ganharem “corpo”, especialmente Lucas Lourenço, recém-promovido ao profissional. Para o treinador, caso queira conquistar coisas boas, o Peixe precisa se reforçar para um 2019 melhor.

“Campeonato guardou emoções na parte de baixo para a última partida. Sport esperou até o último momento o fechamento da rodada. Nós fizemos jogo muito bom no primeiro tempo, com posse de bola e movimentação, mas perdemos a chance de jogar um peso a mais. Adversário fez três trocas aos 10 minutos, veio para o abafa e conseguiu fazer o gol no fim, depois fez segundo em bola parada e ainda diminuímos. Serviu para alguns jogadores terem minutos a mais, experiência boa para Lucas Lourenço, enfim… Não foi o resultado esperado, mas agora é para o Santos se preparar e fazer um 2019 melhor. Para o Sport, fica o desejo de boa sorte e que volte ainda mais fortalecido em 2020”, disse Cuca em entrevista coletiva.

“Controlamos bem o jogo, com posse de bola e seis conclusões a um no primeiro tempo. Perdemos a chance do gol, e o jogo é assim, uma bola, torcida pressionando, e aconteceu aos 40 pela nossa lateral, quando demoramos para fazer a cobertura e um belo gol do Rogério. O gol que decretou o início da vitória. De repente, o empate era mais justo”, completou.

Agora, o Santos entra de férias e só se reapresenta para a temporada 2019 no dia 2 de janeiro. No ano que vem, com um novo técnico – Cuca dará uma pausa na carreira por problemas cardíacos -, o Alvinegro terá, além da Sul-Americana, o Paulistão, a Copa do Brasil e o Brasileirão para disputar.

Durante o período de recesso, a diretoria santista tentará fechar com Abel Braga, o plano A para o comando técnico, contratar reforços importantes e segurar jogadores, como Vanderlei, Diego Pituca, Dodô e Gabigol. Muitos atletas emprestados também voltarão em janeiro e podem (ou não) ser aproveitados.t

Comentários

comentário