Rodrygo foi titular em Minas Gerais (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Convocado, Rodrygo diz que espera jogar decisão contra o Atlético-MG

Rodrygo não deve (ou não quer) desfalcar o Santos no duelo contra o Atlético-MG, no dia 6 de junho, no Pacaembu, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Peixe precisa apenas de uma vitória simples como mandante após empatar sem gols com o rival em Belo Horizonte.

Nesta quarta-feira, horas antes de a bola rolar no Independência, o Menino da Vila foi convocado por André Jardine para o Torneio de Toulon, na França, com a Seleção Olímpica. No entanto, sabendo da importância do jogador antes da ida ao Real Madrid, o Peixe pediu sua liberação.

“Espero jogar. Acho que vou jogar, sim”, disse Rodrygo ao canal Premiere após o jogo no Independência.

Rodrygo também analisou o empate sem gols entre Santos e Atlético-MG. Na visão do camisa 11, o time de Jorge Sampaoli caiu de produção no segundo tempo, sofreu alguns sustos, e não desempenhou o bom futebol da etapa inicial. O jogador também explicou o motivo de ter saído de campo sem chuteira e com o pé inchado por conta de uma pancada nos primeiros 45 minutos.

“No segundo tempo, Atlético-MG veio mais ligado, encaixou o estilo deles. Dominamos no primeiro e no segundo não. Não sofremos gol, conseguimos empate e creio que é um bom resultado”, emendou.

“Tomei uma pancada ainda no primeiro tempo, inchou um pouco, mas não é nada grave. É tratar e recuperar”, complementou.

Agora, o Santos vira a chavinha e volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Na quinta rodada, o Peixe, segundo colocado, encara o líder Palmeiras, no sábado (18), às 19h, no Pacaembu. Se vencer, o time da Vila Belmiro assumirá a liderança da competição.

Comentários

comentário