Presidente do Santos, José Carlos Peres (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Conselho Deliberativo reprova as três indicações de Peres ao Comitê de Gestão

O presidente José Carlos Peres havia definido os três novos membros do Comitê de Gestão do Santos: Anilton Luiz Perão, José Bruno Carbone e Matheus Del Corso. No entanto, o Conselho Deliberativo, por ampla maioria, reprovou os nomes em reunião nesta quinta-feira (30), na Vila Belmiro.

Os conselheiros reclamaram da ausência do presidente, que não participou da discussão, e pediram o adiamento da pauta para uma reunião futura. A votação foi feita na base do “senta e levanta”. Quem era a favor dos nomes precisava levantar, enquanto quem era contrário tinha de ficar sentado.

O trio substituiria Andres Rueda, Hanie Issa e Urubatan Helou, que se desligaram do colegiado entre julho e agosto. Na última reunião do CD, inclusive, Andres e Urubatan alegaram falta de espaço na agenda pessoal para tratar de assuntos do Santos e diferenças políticas com o presidente. A saída de Hanie foi lida nesta quinta-feira, mas ele não pôde comparecer na reunião por motivo pessoal.

O Comitê ainda tem seis dos nove membros escolhidos pela presidência no início do ano: o presidente José Carlos Peres, o vice Orlando Rollo, Pedro Doria, José Carlos de Oliveira, Estevam Juhas e Fabio Gaia. Todos estes, com exceção de Pedro Doria, ainda estudam deixar a diretoria santista.

Os membros do CG estão insatisfeitos com a centralização de poder do presidente, que não tem consultado o colegiado sobre decisões importantes. Rollo, por exemplo, quer se licenciar da vice-presidência caso continue como conselheiro – ele classificou a gestão de Peres como pífia.

Comentários

comentário