Kaique Rocha ao lado de Lucas Lourenço (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Com problemas no sistema defensivo, Santos promove Kaique Rocha ao profissional

Com muitos problemas no sistema defensivo, o Santos decidiu promover Kaique Rocha, do sub-17, ao profissional. O zagueiro começará a treinar com o elenco comandado pelo técnico Cuca nesta sexta-feira (09) à tarde, no CT Rei Pelé, para ganhar maturação e, quem sabe, ficar em definitivo com o time.

O jogador de 17 anos é um dos grandes destaques da categoria sub-17 e agrada a comissão técnica de Cuca. Como o sub-17 disputará a semifinal da Copa do Brasil na próxima semana, Kaique descerá para compor o elenco de Luciano Santos na reta decisiva da competição nacional. Ele participou da vitória da categoria sobre o Coritiba nesta quinta-feira (08), na Vila Belmiro, pela volta das quartas de final.

A promoção do zagueiro vem em um período complicado para Cuca arrumar uma solução para a zaga santista. Lucas Veríssimo, com problemas no joelho direito, e Luiz Felipe, com dores na panturrilha, estão fora do duelo contra a Chapecoense, na segunda-feira (12), no Pacaembu, pela trigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Existe assim a possibilidade de Kaique compor o banco do Peixe no duelo em São Paulo. A dupla titular deve ser formada por Gustavo Henrique e Yuri, volante improvisado.

Já Robson Bambu, com contrato até o dia 10 com o Alvinegro Praiano, não poderá mais jogar com a camisa santista. Ele participará dos dois próximos treinos da equipe e depois dará adeus à Vila Belmiro. O jogador já tem pré-contrato assinado com o Atlético-PR desde o início deste semestre.

Um provável time do Peixe contra a Chapecoense tem: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo (Yuri), Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Bryan Ruiz e Sanchez; Rodrygo, Derlis González (Bruno Henrique) e Copete (Eduardo Sasha).

Vencer a Chapecoense virou uma obrigação para o Alvinegro, que continua na luta por uma vaga na Libertadores. Com 46 pontos, o Peixe é o sétimo colocado, com 46 pontos, o mesmo número do Atlético-MG, o sexto – o Galo tem mas vitórias (13 a 12). Para entrar no G-6 nesta rodada, o Santos terá de vencer a Chape e torcer para que o Palmeiras tire pontos do Galo, um dia antes, em Belo Horizonte.

Comentários

comentário