Santos terá motivação em reta final da primeira fase (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Com o Red Bull na cola, Santos vê liderança geral como motivação após vaga antecipada

Classificado desde a última semana para as quartas de final, o Santos tem a liderança geral do Campeonato Paulista como a grande motivação na reta final da primeira fase. O Peixe encara o Novorizontino nesta sexta-feira (15), às 20h30, no Pacaembu, pela décima primeira rodada. Por fim, no próximo meio de semana, o time encara o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, no interior.

Com 23 pontos, o Peixe é o líder isolado do Estadual, com a dois a mais que o Red Bull, que tem 21. Além da liderança de sua chave, algo que pode ser confirmado com a vitória na sexta, o Peixe busca manter a melhor campanha geral. Quem somar mais pontos no total das fases fará as decisões em casa. Para isso acontecer, Red Bull e o Palmeiras, líder do grupo B, com 19 pontos, não podem vencer na rodada.

Caso não estivesse dividindo a chave com o Santos, o Red Bull estaria na liderança em qualquer dos outros três grupos do torneio. Até aqui, foram seis vitórias, três empates e uma única derrota. Para garantir vaga nas quartas sem precisar depender da partida da Ponte Preta, o Toro Loko terá de vencer o São Bento, também na sexta-feira, mas às 18h45, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

“Estamos só dois pontos na frente do Red Bull Brasil, então se perdermos e eles ganharem nós seremos ultrapassados. Vai ser um duelo difícil na sexta, assim como todos os jogos. Nosso foco é decidir as quartas em casa, então nosso dever é sair com a vitória do Pacaembu para chegar na última rodada com mais tranquilidade”, disse Jean Mota, artilheiro do Santos no Paulistão, com sete gols.

“A gente estuda todos os adversários desde o começo do campeonato. O RB tem feito uma campanha espetacular. Poderia estar em primeiro nas outras chaves. Grande estrutura. Tem tudo para ser um grande mata-mata. Estamos preparados. O mais importante é focar nessas duas partidas”, disse Vanderlei.

Contra o Novorizontino, o Alvinegro não poderá contar com Derlis González, suspenso pelo terceiro amarelo, e Gustavo Henrique, punido por confusão com Moisés no clássico diante do Palmeiras. A expectativa é de que Sampaoli continue o rodízio para testar os jogadores menos utilizados.

Um provável time é: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Felipe Aguilar e Felipe Jonatan; Alison (Yuri); Diego Pituca, Carlos Sánchez (Jean Lucas) e Cueva; Rodrygo e Soteldo.

Comentários

comentário