Bruno Henrique é o artilheiro do Santos no ano (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Bruno Henrique é o artilheiro do Santos no ano (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Decisivo no clássico, Bruno Henrique vê Santos embalado no Equador

Artilheiro do Santos FC na temporada com 14 gols, Bruno Henrique é uma das maiores esperanças do Peixe para o duelo contra o Barcelona de Guayaquil, às 21h45, no estádio Monumental Isidro Romero Carbo, no Equador, pela partida de ida das quartas de final da Libertadores.

Peça importante com dribles e uma assistência na vitória do Alvinegro sobre o Corinthians por 2 a 0 no último domingo, pelo Brasileirão, o camisa 27 ajudou a equipe a diminuir a vantagem de 12 para nove pontos da ponta da tabela do Nacional – o time da Vila, terceiro colocado, tem 41, enquanto o líder e rival de Itaquera, 50.

“Foi mais uma partida difícil diante do Corinthians. Sabíamos das dificuldades, mas fomos com uma proposta de jogo de que tínhamos que vencer dentro da Vila. Graças a Deus conseguimos fazer uma boa partida, mostramos um ótimo futebol. Fizemos tudo o que foi treinado. O coletivo foi bem. A rapaziada toda correu, se doou e deu o seu melhor. Estou feliz também por fazer gols e agora dar passes. Fiquei contente por ter contribuído nos dois gols do clássico”, disse o atacante.

Bruno Henrique espera que o Corinthians volte a tropeçar e o Santos, que está a 2 pontos do vice-líder Grêmio, com 43, engate uma boa sequência de vitórias para assumir a ponta em algum momento das próximas quinze rodadas. Antes disso, porém, ele quer que a equipe faça um bom jogo pela Libertadores.

“Temos que recuperar os pontos perdidos e chegar na liderança do campeonato para sermos campeões no final. Além disso, ganhar um clássico é sempre bom. Isso ajudou na viagem da Libertadores. Se tivéssemos perdido, a viagem para o Equador seria muito mais desgastante. Agora estamos tranquilos para fazer outro bom jogo”, comentou.

O Peixe fará o reconhecimento do gramado do palco da partida nesta terça-feira (12). No Equador, Levir Culpi deve escalar o time com: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Alison e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário