Bryan Ruiz é apresentado no Santos (Foto: Vítor Henrique / Santista Roxo)

Apresentado, Bryan Ruiz agradece esforço da diretoria e diz que seria um sonho se aposentar no Santos

Depois de ser anunciado no início da tarde desta quarta-feira (11), o meio-campista Bryan Ruiz, que disputou a Copa do Mundo com a Costa Rica, falou pela primeira vez como jogador do Santos. Em entrevista coletiva de apresentação na Vila Belmiro, o jogador gradeceu o esforço da diretoria santista em contratá-lo e espera fazer o possível para que o Alvinegro “continue grande”.

“Agradeço ao Santos pelo interesse, falei com meu agente e ele disse que era uma grande oportunidade. Fizemos o possível para que acontecesse. Foi um esforço grande do Santos e agradeço ao Santos por isso. Faremos o possível para que sejamos felizes”, disse o novo reforço.

“Há quatro anos estive nesse estádio e o melhor acontecimento da Costa Rica na história, a Copa de 2014. Tenho ótimas memórias e espero que o Brasil seja um país de sorte de novo para mim. Vamos trabalhar muito para conquistar coisas grandes. Agradeço a todos que fizeram isso possível.”, emendou.

Aos 32 anos, Bryan também reconhece que não terá mais tanto tempo de carreira e espera desfrutar o máximo que puder de seus dois anos e meio de contrato. Segundo ele, seria um sonho encerrar sua vida dentro das quatro linhas em um time com tanta história como o Peixe.

“Seria um sonho, depende de mim para saber como as coisas acontecerão aqui. Quero render o melhor possível e que os dois anos sejam ótimos. No futebol qualquer coisa pode acontecer. Depois desses dois anos e meio vou tomar essa decisão. Me aposentar no Santos seria um sonho para mim”, emendou.

Agora, o meio-campista voltará à Costa Rica e, como não teve descanso após a Copa do Mundo, ficará uma semana com a família para resolver pendências da transferência para o Brasil. Ele será desfalque no clássico contra o Palmeiras, no dia 19, às 20h, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja como foi a negociação de Bryan Ruiz com o Santos:

Bryan Ruiz foi aprovado em exames médicos e assinou seu vínculo com o Santos nesta quarta-feira (11). O meio-campista fechou contrato de dois anos e meio – até o fim de 2020 – e virá ao Peixe apenas sob os custos dos salários, já que não tem mais vínculo com o Sporting-POR.

Ele virou alvo do Alvinegro no fim de maio, mas uma entrevista do próprio jogador esfriou as tratativas. O veterano admitiu que seu desejo era de continuar na Europa. O problema é que o estafe do costarriquenho não recebeu grandes propostas do exterior e passou a ver um acerto com o time da Vila com bons olhos. As tratativas avançaram após a eliminação da Costa Rica na Rússia.

A busca por um armador de origem já durava seis meses e era até então a principal carência do time santista em 2018. Desde janeiro, Jair testou vários jogadores na função, mas ninguém engrenou. Jean Mota, titular nos últimos compromissos, foi o atleta que mais teve chances.

O armador foi revelado pelo Alajuelense, da Costa Rica, e passou por Gent, da Bélgica, Twente, da Holanda, onde viveu uma temporada de destaque em 2009/10, quando marcou 30 gols em 44 jogos em seu primeiro ano na equipe. Ali, chamou a atenção de grandes equipes da Europa.

No fim de 2011, o costarriquenho se transferiu para o Fulham, da Inglaterra, onde permaneceu até 2015 (em 2014, foi emprestado ao PSV, da Holanda). Depois da equipe inglesa, o meia acertou sua ida ao Sporting, de Portugal, clube que defendeu por três temporadas. O meio-campista disputou 33 jogos, com dois gols e três assistências na última temporada europeia.

Conheça melhor o jogador no Blog SanTÁTICO.

Comentários

comentário