Alison, volante do Santos (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
Alison, volante do Santos (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

De contrato renovado, Alison enaltece ‘ressurgimento’ no Santos em 2017

Alison começou 2017 cercado por incertezas no Santos FC. Sem chances com Dorival Júnior no início do ano, o camisa 5 disputou o Campeonato Paulista pelo Red Bull Brasil, voltou ao Peixe na metade da temporada, mas parecia que não iria ficar por muito tempo no Clube.

No entanto, após a demissão do treinador no início de junho, ele ressurgiu no Alvinegro, passou a fazer boas atuações e ganhou a titularidade com Levir Culpi, demitido em outubro. Com Elano, continuou entre os 11 principais e atualmente forma a dupla de volantes com Renato no meio-campo.

Como consequência, Alison teve o seu contrato renovado com o Peixe até dezembro de 2022 – o vínculo anterior era até junho de 2018. Em um publicação nas redes sociais, o “Pitbull”, como é conhecido”, destacou o bom momento e o ressurgimento no Santos.

“A temporada chegou ao final e não posso encerrar este ano sem agradecer os meus companheiros e a torcida do Santos, que me apoiou durante toda a nossa campanha no Brasileirão, Copa do Brasil e na Libertadores. Pessoalmente, pude dar a volta por cima e atingir marcas muito especiais, como ultrapassar os 100 jogos vestindo a camisa do Peixe. Agradeço também, aos companheiros do RB Brasil pela experiência vivida no início do ano. Tenho certeza que no ano que vem, nós continuaremos trabalhando forte para ganhar os títulos que o Santos merece. Mais uma vez, muito obrigado por tudo! Um Feliz Natal a todos e um excelente 2018”, escreveu Alison.

Revelado nas categorias de base do Peixe em 2011, o camisa 5 teve problemas para se firmar no Santos após várias lesões graves no joelho e disputou “apenas” 116 partidas como profissional. Nesta temporada, ele entrou em campo em 30 oportunidades e marcou dois gols no Brasileirão.

Sob supervisão de Gabriela Fernandes

Comentários

comentário