A Associação Movimento Resgate Santista é um grupo político que existe desde 2001, sem fins econômicos e lucrativos, cujos associados são santistas que colaboram e colaboraram dentro e fora da administração do clube para o engrandecimento do Santos Futebol Clube, cada vez maior e melhor, sempre se baseando nos princípios de democracia, transparência e profissionalismo.

São objetivos estatutários da Resgate: (i) propor à Diretoria e ao Conselho Deliberativo do clube projetos e ações que fortaleçam o Santos FC nos seus setores de atividades; (ii) fiscalizar os atos da administração do Santos FC, na qualidade de torcedores, sócios e colaboradores; (iii) pleitear junto ao Poder Público, bem como ao Poder Judiciário, providências que se fizerem necessárias para a defesa dos direitos dos sócios e torcedores do Santos FC; (iv) colaborar com o engrandecimento do Santos FC, com a filiação de novos sócios; e (v) outras atividades complementares que tenham por objetivo contribuir com o Santos FC.

Resultados e conquistas

Após vários anos trabalhando para levar ao Santos pessoas capazes de conduzir o clube dentro dos princípios de democracia, transparência e profissionalismo, a Resgate Santista elegeu em dezembro de 2009 a chapa “O Santos pode mais”, composta pelo presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, seu vice Odílio Rodrigues e 200 conselheiros, obtendo mais de dois terços dos votos dos sócios eleitores santistas, repetindo o feito em dezembro de 2011, reelegendo o mesmo grupo.

Atualmente a diretoria da Resgate Santista foi eleita em Assembleia Ordinária, no dia 8 de junho de 2015, e é composta pelos membros abaixo:

Diretoria

Presidente: Vagner Lombardi Junior
Vice-Presidente: Renato Azevedo
Diretor Financeiro: Daniel Lamanna
Diretor para Assuntos Políticos: Eduardo Gomes
Diretor Jurídico:
Diretora de Mídia e Comunicação: Gabriela Fernandes
Diretor Social: Jean Peter
Secretário: Linconl R. Mariano